25 de abr de 2016

A CENOURA ESTÁ CRESCENDO...

Obá!!! Nossa cenoura está crescendo... essa foi a reação das crianças do Maternal 1C  da Extensão Missão Criança,  ao observarem as sementes de cenoura 
transformadas em mudas.
  Então, é hora de colocar novamente a mão na terra e realizar o replantio. O contato com a terra está sendo uma experiência fantástica para os pequenos.
  


Borboletinha!

A turma do M1B da professora Helena, conheceu a metamorfose da borboleta, observaram que a lagarta gosta de comer folhas, por isso confeccioram algumas lagartas utilizando caixas de ovos. Passearam pelo CEI e identificaram os lugares com mais folhas, alimento preferido das lagartas e as colocaram para comerem e virarem borboletas.



As crianças confeccionaram dois tipos de borboletas para enfeitar a sala e o refeitório.

24 de abr de 2016

Hipóteses de escrita na identificação das lixeiras...


Distribuí tiras de papel e pedi para as crianças pensarem nas letras que eles acham que são usadas para escrever a palavra papel. De forma natural as crianças foram encorajadas a expressaram seus pensamentos sobre a escrita com base no conhecimento que possuem. Depois deste momento fizemos a escrita coletiva desta palavra no quadro e pedi para que cada criança verificasse em seu papel a quantidade de letras que acertaram. 


Confecção das lixeiras...


As crianças utilizaram as caixas de papelão para fazer as lixeiras para separar o material reciclado. O objetivo da vivência é levar as crianças a identificarem as cores das lixeiras e perceberem as diferenças entre os materiais que são depositados em cada uma delas.


De onde vem o Papel? E o Plástico profe?

Para responder estas e outras perguntas, estamos mostrando para as crianças vídeos que ensinam de onde é extraída a matéria prima para confeccionar o plástico e o papel. Depois vai ser a vez do vidro e do metal.

Com isso as crianças também estão ampliando a percepção das diferenças entre os dois materiais e a necessidade de poupar estes recursos e causar menos impacto no meio ambiente.





Produção do Lixo no ambiente doméstico

Reunimos as crianças para que elas mostrassem para o grupo, o lixo que trouxeram de suas casas e que foi coletado durante um dia. Com isso as crianças puderam perceber a quantidade de lixo que produzimos diariamente e a necessidade de dar um destino ecologicamente correto para ele, pois como eles mesmos falaram: “É muito lixo profe, daqui a pouco vai chegar lá no céu.”

Durante a atividade e brincadeiras com este material reciclado também percebi que as crianças tinham dificuldades em diferenciar as embalagens que eram de plástico e as que eram de papel. A partir disto começamos a desenvolver atividades para ajudá-los a perceberem esta diferença. 



Quem produz lixo?


Foi com esta pergunta que iniciamos o projeto Brincar Aprender e Reciclar desenvolvido pelas turmas do segundo período. No início da conversa as crianças não se identificaram como produtoras de lixo, mas depois de observar as lixeiras do CEI em diversos ambientes eles concluíram que: “somos nós que produzimos o lixo e que até na sala dos bebês tem lixo.”


20 de abr de 2016

“NO MUNDO DA BICHARADA”


No mês de março iniciamos o projeto “No mundo da bicharada”, que tem por objetivo reconhecer os animais como seres vivos e contribuir com a ampliação do conhecimento através de diferentes vivências, desenvolvendo atitudes de respeito e preservação à vida e ao meio ambiente. O projeto surgiu a partir do interesse demonstrado pela turma com relação aos pequenos animais encontrados no parque, especialmente as centopeias. Para isso, no primeiro momento as crianças foram estimuladas a realizarem uma pesquisa: “Quais animais encontramos em nosso parque? As crianças foram em busca da resposta. 
Para iniciar, escolhemos a centopeia. As crianças a observaram com a lupa e puderam perceber que elas têm muitas pernas. Através da caixa surpresa conheceram algumas curiosidades sobre elas e concluíram: “Algumas queimam”; “Ela não voa porque não tem asa”; “Elas não têm sapatos”; “Elas tem um veneno para a aranha ficar bem parada”. Após, representaram as centopeias através da massinha de modelar e do carimbo dos dedos.
Aprender a escrever é interesse desta turma também. Apresentamos o poema “Um bichinho diferente” e para apresentá-lo o confeccionamos com tampinhas de garrafas pet.  Quem será esse bichinho? É o alfabeto! “Com todas essas letras podemos escrever o que quisermos.” As crianças logo queriam formar seus nomes e outras palavras, e assim aprendem brincando!





Replantio de mudas de chá


As crianças das turmas do Maternal 1 A, Maternal 2 B e Maternal 2 C ajudaram no replantio de algumas mudas de chá para a horta. Num primeiro momento as crianças puderam observar e cheirar as plantas, descobrindo o cheiro característico de cada uma. Em seguida, fomos até as cozinheiras e pedimos que elas preparassem um delicioso chá para provarmos. A maioria das crianças tomou e apreciou a degustação. 






Nada melhor do que brincar...


Através das brincadeiras e explorando nossos espaços as crianças do Berçário 2A manipulam e exploram objetos, comunicam-se com outras crianças e com os adultos, organizam pensamentos, criam e seguem regras, aprendem a tomar decisões, sempre com vivências lúdicas.






15 de abr de 2016

LANÇAMENTO DO PROJETO DO M1 “VIAJAR E BRINCAR NO FAZ-DE-CONTA”



PARA O LANÇAMENTO DO PROJETO DA TURMA, DECORAMOS A SALA DO M1 COM TECIDOS, MESAS, BANQUINHOS E LEVAMOS UMA MALA COM VÁRIOS BRINQUEDOS, FANTASIAS E ACESSÓRIOS, ONDE  ELES PUDERAM EXPLORAR E BRINCAR A VONTADE. 



“Brincando eu aprendo e sou feliz”:

Esse é o nome do Projeto das turmas do
Primeiro Período C e D.
E foi assim brincando, que iniciamos as experiências do nosso projeto,
conhecendo algumas brincadeiras tradicionais como bolinha de gude,
corrida do saco e pula elástico.
Através de votação com imagens, as crianças escolheram as brincadeiras que mais lhe agradavam e então começamos a diversão.
As bolinhas de gude surgiram no Egito, eram pedras tiradas dos rios.
A corrida do saco surgiu na China.
E o pula elástico surgiu na Grécia para comemorar as estações do ano.
As fotos a seguir são apenas o início de muitos momentos de diversão...

Até mais!!!





Exploração de instrumentos musicais

Nesta semana as crianças do Berçário 1 exploraram alguns instrumentos musicais, e esses vieram dentro de uma mala em forma de uma grande surpresa.
No primeiro momento a reação deles foi descobrir o que havia dentro da mala, tentando abrir o zíper e subindo em cima. Ao abri-la e mostrar o que havia dentro, cada criança foi pegando um instrumento e já explorando, largavam um, pegavam outro e assim seguiram durante toda atividade.

Foi um momento muito divertido em que as crianças puderam apreciar um pouco o som que alguns instrumentos faziam.


CONTORNANDO A BORBOLETA COM AJUDA DO RETRO PROJETOR

            Em sala oportunizamos um desafio a turma do maternal 2 C. Com o auxílio do retro projetor refletimos a imagem de uma borboleta na cartolina onde as crianças foram convidadas uma a uma a realizarem o contorno dela passando com a canetinha por cima da imagem refletida. Um trabalho que foi realizado em grupo respeitando a vez do amigo e atingindo um resultado onde houve a participação de todos da turma.

            Após realizarem o contorno do desenho brincamos com a sombra realizando movimentos como a borboleta e percebendo a imagem refletida pelo retro projetor.  


OBSERVANDO O CORPO DA BORBOLETA COM A LUPA

            A mãe de nosso amigo Ezequiel encontrou na natureza algumas borboletas que já morreram e trouxe para nossa turma poder observar de perto as características do corpo dela. Para este momento trouxemos a lupa e os pequenos cientistas demonstraram-se curiosos observando o abdômen, o tórax, as antenas, os olhos e a probóscida.
            As crianças apreciaram este momento e alguns investigaram a fundo com a lupa se a borboleta tem bumbum, barriga, olhos...

            Um agradecimento especial à família do nosso amigo Ezequiel que oportunizou esta vivência com as borboletas encontradas por eles.

RECEBENDO NOVAMENTE A VISITA DA BORBOLETA...

         A borboleta visitou a casa do nosso amigo Luiz Carlos e ele a trouxe para os amigos da sala observarem. Este contato com a borboleta viva vem sendo muito rico para a turma, pois já estão mais tranquilos e sentindo-se encorajados a tocá-la com as mãos percebendo assim a importância do cuidado e delicadeza para não machucá-la. A borboleta pareceu gostar de nossas crianças, pois pousou em várias delas e nos acompanhou até o saguão onde oferecemos folhas com lápis para através do desenho livre representarem a borboleta.

            As crianças da turma do M2 C agradecem ao amigo Luiz Carlos e sua família por oportunizarem este belo momento de vivência com a borboleta.

XÔ MOSQUITO


Na semana passada trouxemos folders explicativos para o mural informativo da unidade para as famílias sobre o mosquito aedes aegypti e no momento cultural da semana, um grupo de professoras apresentou uma dramatização acerca do mosquito para as crianças, no intuito de transmitir de forma bem divertida e concreta, os cuidados que devemos ter para afastá-lo de nosso quintal, as doenças que pode transmitir e a importância do uso de repelentes.





Reunião Pedagógica


Nos dias 04 e 05.04.16, tivemos nossa primeira experiência de encontro em dois grupos. No dia 04 foi com a equipe das turmas dos integrais e no dia 05 com as professoras das turmas parciais. Tivemos o momento com a COM-VIDA que nos proporcionou uma reflexão acerca do nosso consumo, além de um teatro da história “A ratoeira”, reforçando a importância de a  equipe trabalhar em unidade. Tivemos nos dois dias um momento especial de reflexão com as profissionais da Secretaria de Gestão de Pessoas através da oficina “Bem me quero”, de formação com o sr Juliano Riciardi, consultor do Prêmio Embraco de Ecologia, refletimos sobre a questão dos limites às crianças, a APP ofereceu uma flor aos aniversariantes até março, além de outras vivências pertinentes à nossa prática.